Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

A Fraternidade Minoica


Olá, pessoal! Como vocês estão?

Já faz algum tempo (talvez uns dois anos?) que conheci a Fraternidade Minoica na internet e hoje vim compartilhar com vocês. Como post inicial sobre essa fraternidade neopagã da Wicca dedicada especialmente para homens gays e bissexuais, resolvi traduzir todo o texto que aparece na página oficial dela (na verdade, existe só essa página inicial mesmo, com esclarecimentos básicos sobre a fraternidade, já que, por ser uma fraternidade iniciática, o conteúdo permanece em segredo e é conhecido apenas pelos iniciados). Futuramente, quem sabe, mais material poderá ser trazido aqui para o blog.

Espero que apreciem e deixem seus comentários lá embaixo.

O que é a Fraternidade Minoica?

A Fraternidade Minoica é uma tradição iniciática masculina da Arte (Craft) celebrando a Vida, Homens Amando Homens e Magia num contexto primariamente cretense, também incluindo mitologia da região do Egeu e do antigo Oriente Médio.

Edmund M. Buczynski

Quem fundou a Fraternidade Minoica?

Edmund M. Buczynski fundou a Fraternidade em 1975 na cidade de Nova York. Eddie foi um Sênior (Elder) da Tradição Gardneriana e da Tradição Galesa de Nova York, e um Sênior fundador da Tradição Wica. Ele foi também estudante de Arqueologia, tendo estudado na Hunter College e no Departamento de Estudos Clássicos da Bryn Mawr College.

Por que a Tradição foi fundada?

A Fraternidade Minoica foi fundada em resposta à cultura heterossexista da maioria das formas da Bruxaria Tradicional prevalente nos anos 70. Essas tradições acredita que, devido à inerente polaridade da natureza, a magia deve ser executada entre um homem e uma mulher, e quaisquer grupos que trabalhem sem esse equilíbrio está fadado ao fracasso. Isso encorajou uma atitude homofóbica em muitos grupos da época. Alguns grupos às vezes recebia homens gays como irmãos, mas somente enquanto eles mantivessem os ritos de polaridade da tradição que estavam praticando. Para muitos, isso era desconfortável, e quase impossível. E muitos grupos recusaram trabalhar com homens gays sob quaisquer circunstâncias. Eddie trilhou seu caminho pelo treinamento da Tradição Gardneriana. Em direção à sua elevação ao 3º Grau Gardneriano, ele usou seu trabalho nas tradições originais dele, juntamente com o seu conhecimento de uma pesquisa em civilizações antigas, para desenvolver uma tradição que celebra a única magia possível entre homens que amam homens.

Edmund M. Buczynski

A Fraternidade Minoica é apenas para homens gays?

A Fraternidade Minoica é primariamente uma tradição para homens gays e bissexuais. Contudo, ela é aberta a qualquer homem maior de idade que é livre para buscar seus próprios interesses. Homens completamente heterossexuais podem não se sentir confortáveis com o estilo, método de trabalho ou corrente de poder dentro da Fraternidade Minoica. Para os que se sentem confortáveis, a porta está sempre aberta, e tem sido desde a fundação da Tradição.

A Fraternidade Minoica é unicamente para homens?

A Fraternidade Minoica é um caminho masculino. Contudo, outro aspecto da Tradição Minoica, a Sororidade Minoica (Minoan Sisterhood), é projetada para fornecer uma estrutura para que as mulheres pratiquem em um cenário semelhante, ainda que unicamente feminino.
A Sororidade Minoica começou em 1976. Nessa época, um pequeno grupo de sacerdotisas da Tradição Wica começou a trabalhar com materiais concebidos por Eddie Buczynski. Lady Rhea dos Reinos Mágickos, e Lady Miw-Sekhmet dos Encantamentos, ambas em Nova York, usaram esse material como base para construir os Mistérios Femininos e formaram a base da Sororidade Minoica. O trabalho delas resultou na fundação do primeiro Bosque (Grove) da Sororidade Minoica na cidade de Nova York. A Sororidade é aberta a qualquer mulher, e tem ênfase nos Mistérios Femininos. A Fraternidade Minoica e a Sororidade Minoica são caminhos irmãos na Tradição Minoica, cada qual com seus próprios Mistérios e ritos. Um terceiro caminho dentro da Tradição Minoica é o Culto de Reia, talbém conhecido como Culto do Machado Duplo, que representa um encontro entre as duas tradições. Esse terceiro caminho é um esforço cooperativo entre os trabalhos dos Seniores da Fraternidade Minoica e da Sororidade Minoica participantes nesta expressão e envolve a forma e função que eles desejarem usar para alcançar seu propósito ao se unirem. O Culto de Reia representa a união durante os Sabás (Sabbats) ou Festivais do Ano, dos dois ramos da Tradição.
Deve-se notar que há outro caminho na área de Nova York que clama linhagem na Tradição Minoica. Esse camiho refere-se a si mesmo como Camaradagem Minoica (Minoan Fellowship) e formou uma organização em Nova York chamada Templo Minoico (Minoan Temple). A despeito de quaisquer declarações feitas em contrário, ela não é parte da Tradição Minoica criada por Eddie Buczynski, Lady Miw-Sekhmet e Lady Rhea, e não deve ser confundida como tal por qualquer um verdadeiramente interessado na Fraternidade Minoica e na Sororidade Minoica.

Kouros ("Jovem")

Como é estruturada a Fraternidade Minoica?

Nós somos uma tradição de mistério empregando três graus de Iniciação e Elevação que servem para marcar os vários níveis de responsabilidade e envolvimento com os Mistérios. Nossos Covens são chamados Bosques (Groves), e são regidos por um Minos do 3º grau, ocasionalmente em parceria com um Servidor (Server) e/ou um Kouros. A associação é por iniciação, e traçamos nossa linhagem até Eddie Buczynski (Lord Gwydion). Após o 3º grau, um indivíduo está capacitado a assumir o papel de um Minos de um novo Bosque. Bosques funcionam autonomamente dentro da estrutura das Leis da Tradição. A Fraternidade Minoica não faz proselitismo (pregação) atrás de novos membros, e mantém seus Mistérios e Ritos em segredo. Os ensinamentos centrais da Fraternidade Minoica continuaram a se desenvolver desde sua fundação através do contínuo conhecimento de seus membros.

Que forma de prática ritual é feita na Tradição Minoica?

Trabalhando dentro de uma estrutura de influência gardneriana, nós combinamos elementos da mitologia egeia pré-dórica (primariamente cretense e micênica), do antigo Oriente Médio e da Bruxaria Tradicional com a riqueza do conhecimento que tem estado disponível para nós através de anos de trabalho, pesquisa, experimentação e inspiração de nossos Seniores (Elders). Uma forte corrente de espiritualidade queer influencia nossas práticas. Ferramentas de trabalho e seus usos são similares às da Bruxaria Tradicional, mas são também únicos para nosso caminho particular.
Nós honramos os Deuses da cultura Minoica, primariamente pelas formas da Grande Mãe e Seu Divino Filho. Nós celebramos nossos ritos nas 12 Luas Cheias e 8 Festivais da Roda do Ano. Os iniciados da Fraternidade realizam magia juntos em bosques, em duplas ou sozinhos. Encontros são tradicionalmente sem roupas (skyclad) ou ao nu. Nossos rituais da Lua Cheia são apenas para iniciados, e são dedicados ao trabalho de magia e desenvolvimento espiritual. Nossos Festivais são ligados aos ciclos e mitos egeus e são em grande parte comemorativos.

Os ritos da Fraternidade Minoica envolvem sexo?

Nossos ritos, como os de outros caminhos da Bruxaria Tradicional, podem ter uma carga sexual, e são decididamente homoeróticos. Iniciados são encorajados a estudar magia sexual e erotismo. Ninguém é obrigado a fazer qualquer coisa sem consentimento; contudo, pessoas desconfortáveis com nudez e situações homoeróticas podem não ser adequadas para esta Tradição. Misticismo sexual é um elemento-chave na magia Minoica, e assim os iniciados estão continuamente desenvolvendo a si mesmos e suas habilidades.
Minotauro, de superboy783

Qual é o propósito do segredo na Fraternidade Minoica?

Tradições de mistério mantêm seus ritos secretos para preservar o impacto para os buscadores, e para preservar o poder da Tradição. Quando a reverência é reduzida a um campo de vendas, e a iluminação se torna uma mercadoria numa prateleira de loja, então a magia é drenada da vida e do mundo. O segredo serve para preservar a sacralidade e o maravilhamento da busca espiritual.

"Homem Cretense"
(imagem meramente ilustrativa)

A Fraternidade não deveria estar disponível para todos?

A Fraternidade está disponível para aqueles que escolhem se aplicar ao caminho do estudo e da evolução. Magia, e sua disciplina mental associada, pode ser usada para ferir tanto quanto pode ser usada para curar ou criar beleza. Dedicação ao caminho do estudo e da evolução ajuda o estudante a se tornar apropriadamente preparado para trabalhar com energias da magia que afetam a psique e o ambiente do estudante. Nós devemos aprender a usar fogo corretamente para este ser uma força construtiva. De modo similar, envolver as ferramentas e ritos por trás do véu da iniciação serve para garantir segurança ao estudante, e assegura que apenas pessoas com apropriado embasamento ético, maturidade e comprometimento recebam conhecimento esotérico potencialmente perigoso. Como em outras Tradições de Mistérios, instrutores minoicos funcionam como guias e porteiros nesse processo. Ninguém pode se tornar um Irmão Minoico sem ser ensinado por um professor apropriado. Assim, embora a Fraternidade seja acessível a aplicantes qualificados, buscadores podem necessitar esperar até um instrutor qualificado estar disponível.
Em verdade, os próprios Mistérios não podem ser ensinados; eles devem ser experimentados. Eles são, portanto, expostos ao aluno ao longo do tempo, preparando o estudante para experimentar o verdadeiro Mistério.

Como eu aprendo mais sobre a Fraternidade Minoica?

Um estudante em perspectiva da Fraternidade deve se juntar à Lista de Buscadores Minoicos (Minoan Seekers List http://groups.yahoo.com/group/MinoanSeekers) e postar uma introdução. Isso proporcionará ao estudante o fórum apropriado em que aprenderá sobre os professores disponíveis e seus requisitos e personalidades. Mais informação detalhada que a contida dentro desse FAQ deve ser dada dentro da relação professor-estudante.
Cada Bosque e Minos tem seus próprios requisitos para iniciações e elevações, e cada um tem suas próprias áreas de ênfase dentro da Arte. Um estudante deve conhecer potenciais professores, e depois de conhecer o certo pedir para estudar com eles. Como os Minoicos não fazem proselitismo, é de responsabilidade do estudante tornar seu interesse conhecido ao professor apropriado.

Minotauro (autor ignorado)
Fonte: The Minoan Brotherhood (em inglês)


Se você gostou desta matéria, deixe um comentário abaixo e/ou compartilhe o link nas redes sociais. Ajude o site HOMOTHEOSIS a se manter vivo!

Nenhum comentário:

Acompanhe-nos pelo Facebook

Calendário da Lua